segunda-feira, 12 de maio de 2008

Eu falo brasileño


Então, amigos, é com uma enorme satisfação que venho avisá-los que a nossa língua subiu de patamar. Nós, a partir de hoje, não falamos mais português. Entendido? Combinado?

Temos que deixar de lado as heranças colonialistas e reconhecer o nosso linguajar como único e exclusivo do Brasil, esse país tão lindo, maravilhoso e corrupto.

Portugal, embora esteja na Europa, é um pedacinho de terra sem utilidade nem fertilidade e nós somos a próxima potencia mundial, depois da China e da Rússia. Ou seja, em uns 50 anos ou mais, estaremos dominando o mundo! Venderemos água mineral e de coco. Vai ser irado!!!

Acho que devemos aproveitar a nossa enorme população (somos uma nação de 180 milhões! Concordo que uns 60 milhões tão na merda, mas não deixamos de ser 180 milhões! É muita gente) e nos rebelar contra essa imposição cínica e europeizada, triste e bitolada!!! Vamos todos falar brasileño!

Bom, levando em consideração que a segunda língua mais pop é o espanhol, lhes proponho que não falemos português. Vamos falar brasileño. Assim, seremos fashion, cool e guay. Poderemos passear pela Gran Vía e por Fuencarral de cabeça em pé. Poderemos gritar aos quatro ventos e todos vão nos entender, afinal de contas, falamos brasileño!!! Esse idioma tão fresco e belo, tão sonoro quanto à palavra bunda.

Essa sim é só nossa e podemos nos orgulhar! A bunda! Essa instituição brasileira de tanto sucesso no exterior. Eu, por exemplo, brasileira nata, representante das bundas nativas da terra do Pau Brasil, me esforço ao máximo para levar ao mundo o conceito clássico da bunda brazuca. Foi por isso, e não por outro motivo, que aluguei um muquifo no quarto andar, sem elevador. Assim, todos os dias, me sinto como se estivesse subindo as escadas da Penha, exercitando os músculos das nádegas e fazendo jus às bundas conterrâneas.

Bom, mas voltando ao assunto da língua, falemos brasileño. Porque se continuarmos falamos português os espanhóis vão continuar sem nos entender... Assim como os argentinos falam argentino, os cubanos falam cubano, os colombianos falam colombiano e os americanos falam americano. Portugueses falam português e brasileños falam brasileño. Óbvio, não?

Então, não quero ninguém falando mais português, hein? Se eu pego alguém falando.... vai se ver comigo.

Um comentário:

A Riscar disse...

Amiga Amada,

Amei o texto (como texto mesmo. Bem escrito, divertido, inteligente, bem-humorado, ritmado...

Que beleza, heim?!

Ja pensei sobre isso, pois aquio povo pergunta se a gente fala Brazilian!

Brasileno realmente tem o apelo de ser um termo moderninho, fashion... hehehe

Adorei. Saudade cresceu!
Anita.