quinta-feira, 12 de março de 2009

O fim da crise


Ainda não havia chegado a primavera, mas, inexplicavelmente, o clima era de verão. Quando, naquela manhã de sábado, de repente, o sol saiu, as pessoas pareciam agradecer aos céus. Saíram aos montes às ruas, a povoar as praças e os parques. No domingo, de novo o mesmo clima: sol forte, céu azul e nenhuma nuvenzinha pra contar a história. Enquanto curtiam o “verão” já se ouviam rumores pessimistas de que aquilo não duraria muito, logo viria o frio de novo. E, teoricamente, até maio não há escapatória. O frio voltaria, assim como os casacos de couro, os cachecóis e as luvas.

No entanto, os dias foram passando lentamente, um trás outro, com o sol lá no alto, brilhando. As praças seguiam cheias de gente. Depois de meses de brancura extrema – exceto pelos turistas italianos que desfilam sempre com seus bronzeados alaranjados quase nada artificiais – já se podia ver rostos rosadinhos e ombros de fora.

Os dias foram ficando mais largos rapidamente. Parecia que cada dia amanhecia um pouco mais tarde e o sol se recusava a dormir tão cedo. Permanecia lá no alto, forte e imperioso. De repente, como num passe de mágica, as flores brotaram e encheram a cidade-cinza de cores e cheiros. Os rostos se iluminaram e os corpos começaram a ser mostrados. Canelas, pés, braços, pescoços.

A luminosidade dourada abriu as janelas e as cortinas. Gentes nas varandas e música. Cervejas e picolés aos litros e quilos. Vozes, risadas e os gritinhos agudos dos pequenos. Patins, bolas, bicis, peões. Vestidinhos, bermudinhas, sandalinhas. Vida, muita vida.

E, de repente, todo mundo parou de falar na crise.

2 comentários:

Michel disse...

Eta!
Desculpa invadir teu blog na cara de pau, mas é a única maneira de estabelecer um contato. Te acuerdas de mi? te procurei no google e achei essa tal filha de lemanjá. espero não estar parecendo um desses malucos cibernéticos. Só queira reatar a conexão que caiu. To curtindo a vida boa aqui em Barca, putz que cidade - se você conseguir da um pulo aqui eu posso dar uma volta turística contigo. Estva pensando em ir a Madrid ver uns amigos mês que vem, e lembrei que você estava por essas bandas, então pensei que poderiamos tomar umas, bater um papo, comer um churros...
não deu pra te conhecer direito em bsb, mas te achei bem divertida.
- desculpa qualquer incoveniencias,
se tiver coragem me manda um email
emaildomichel@yahoo.com.br
Venga Tia,
muchos besos

- gostei muito do blog...

Ju disse...

Quero sandalinha!!!
E quero o verão espanhol com a etinha de novo!!!!