segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Rainha do Mar

Iemanjá pra mim não é só a minha mãe, minha orixá de cabeça no candomblé. Ela é Nossa Senhora. Ela é a natureza. Ela é a lua. É o mar, a praia. É a minha intuição. É meu anjo da guarda. É a minha proteção. É ela que me ajuda a dormir nas noites de insônia, que me tapa os ouvidos de vez em quando, que me sussurra ao pé do ouvido.

Ela é a essência do feminino. Tem a vibração do samba. Tem a batida que arrepia. Tem o suingue, o requebre. Tem a alegria, a embriaguez, o sorriso.

Odô Iá!

4 comentários:

Ju disse...

Bem vinda a esse mundo onde a gente vive, sofre, se abre, sangra e compartilha!
Pó ficá tranquila que eu daqui vou estar lendo e sentindo com minha amiga amada tudo o que brotar contigo - junto nas tristezas e sempre esperando pelas alegrias!

A Riscar disse...

O linda...
Que bom!
Escrever eh bom demais, nao so pra manter (e ate criar) um contato bacana com os amigos, mas pra lavar a alma mesmo.

Sim, sim, o verao eh nosso!! :o)

Amo voce! E mal posso esperar pra ler tuas palavras!

Beijos!

Adolfo disse...

Te amo! Vai ser difícil me acostumar com a vida de solteiro...

Adolfo disse...

Bom demais ver esse seu sorriso lindo! Amo! Fique na paz...