quarta-feira, 11 de junho de 2008

O Silêncio


O silêncio. De repente, tudo virou silêncio. Todo aquele ruído, aquela música, aquela voz, aquilo tudo foi embora.

Nem deu tempo de notar. Ele se foi no meio da madrugada. Eu estava sonolenta.

Foi e levou com ele um pedaço de mim. Algo em mim que me confortava. Algo em mim que me preocupava. Deixou só o silêncio. Não escuto mais nada. Nem a minha própria voz.

Só o computador que segue respirando ao meu lado. Imperturbável.

Fiquei sozinha outra vez. Eu e meu bonsai. E mais ninguém.

Um comentário:

A Riscar disse...

Lindo. E lindos!

Adoro voces. A-D-O-R-O!

Beijos, beijos!